QUEM TEM QUE MUDAR, SOU EU, OU O OUTRO?


QUEM TEM QUE MUDAR, SOU EU, OU O OUTRO?

Passamos boa parte de nossa vida pedindo para Deus fazer com que as pessoas à nossa volta mudem de atitude, tudo isso para tornar nossa vida mais agradável.


As vezes até, tentamos intervir apontando os erros e o jeito de ser do próximo de maneira brusca ou agressiva, em uma desesperada insistência de que o outro torne-se perfeito.


"Por que olhas a palha que está no olho do teu irmão e não vês a trave que está no teu? Como ousas dizer a teu irmão: Deixa-me tirar a palha do teu olho, quando tens uma trave no teu? Hipócrita! Tira primeiro a trave de teu olho e assim verás para tirar a palha do olho do teu irmão." (Mateus 7,3-5)


Na verdade não queremos ser importunados com as falhas alheias. As vezes vamos para igreja, participamos o tempo todo da Santa Missa, do Grupo de Oração, ou até mesmo em nossa oração pessoal, somente pedimos a Deus que mude e transforme, o filho o marido ou a esposa, o vizinho, o colega de trabalho e etc...


Ficamos o tempo todo falando para Deus sobre as pessoas que nos incomodam, e nos esquecemos de que nós também somos um ser humano cheio de falhas pecados e fragilidades.

Mas, cegos pelo orgulho, vaidade e falta de humildade, não admitimos que precisamos de mudança de comportamento, e por isso não pedimos ao senhor que nos ajude em nossa própria conversão, mas ao invés disso gastamos o nosso tempo reclamando para o Senhor o pecado dos outros, quando deveríamos confessar os nossos e pedir a MISERICÓRDIA de Deus sobre nossa Vida!


Imaginemos que a casa em que residimos está em RUÍNAS precisando de todos os tipos de reparos, na elétrica, hidráulica, pintura, telhados, vidros quebrados e etc...porém mesmo com tantas falhas na estrutura de minha casa, eu insisto em não ENXERGAR a minha necessidade explícita de "reforma" e começo a investir tempo, dinheiro e toda força possível, na reforma da casa do vizinho!? Está na hora de acordar e começar a investir em nossa própria reforma interior, pois "pode acaso um cego guiar outro cego? Não cairão ambos na cova?"(Lucas 6,39)


Aqui não se trata de egoísmo ou de não querer ajudar o próximo, pois quando se trata de conversão pessoal, não podemos nos esquecer de nós mesmos e querer cuidar da vida dos outros!

Precisamos investir tempo e principalmente oração pedido a Deus a nossa conversão.

Pois quando o outro ver a sua casa totalmente restaurada, com bela fachada, jardim bem cuidado e uma decoração agradável aos olhos!

Logo vai querer saber quem foi seu ARQUITETO e EXECUTOR deste belo projeto.


Então você dirá que o ÚNICO capaz de realizar tal obra é o ESPÍRITO SANTO DE DEUS! Mas para isso temos que abrir nossos olhos e as portas do nosso coração e permitir que Jesus entre em nossa vida e faça uma GRANDE REFORMA!


Oração: Senhor, eu Te peço que transforme o meu CORAÇÃO, porque quem tem que mudar sou eu!


Rosimeire Ferreira

Grupo de Oração Poço de Jacó


Outras Notícias

©  RCC Arquidiocese de Cuiabá